Novos tempos, Novo Agrodistribuidor – Parte 5: Revisão no Modelo de Atendimento ao Produtor